Nosso sistema de gerenciamento de segurança e saude ocupacional

A SGSL é um acrônimo de “Sistema de gerenciamento de segurança ocupacional“, um sistema organizacional projetado para garantir o atendimento aos objetivos de saúde e segurança, maximizando os benefícios e minimizando os custos através da organização e gerenciamento.

Este sistema deve garantir:

Redução dos custos resultantes de acidentes
lesões e doenças relacionadas ao trabalho através da minimização dos riscos aos quais os funcionários e todas as pessoas que trabalham com a Empresa (clientes, fornecedores, etc.) podem estar expostos

Aumento da eficiência

Níveis melhores de saúde e segurança ocupacional

Competência máxima para produzir todos os documentos exigidos por novos regulamentos

Artigo 30 – Modelos de organização e gestão do Decreto Legislativo n. 81/08 ative 

define as características dos sistemas SGSL que:

  • Devem ser adotados e efetivamente implementadas, cumprindo todas as obrigações legais relacionadas
  • Devem cumprir os padrões técnicos e estruturais da lei relativos a equipamentos, instalações, locais de trabalho, agentes químicos, físicos e biológicos
  • Devem avaliar os riscos e providenciar medidas de prevenção e proteção
  • Devem preparar cursos sobre questões como emergências, primeiros socorros, gerenciamento de contratos, reuniões periódicas de segurança, reuniões com representantes de segurança dos funcionários
  • Devem preparar atividades de monitoramento de saúde
  • Devem providenciar informações e treinamento de funcionários
  • Devem preparar documentação e procedimentos de supervisão de acordo com os procedimentos e instruções de trabalho
  • Devem adquirir a documentação e as certificações exigidas por lei
  • Devem verificar periodicamente a aplicação e a eficácia dos procedimentos adotados

Segurança alimentar

HACCP (Análise de Perigos e Pontos de Controle Críticos, literalmente, “Análise de Risco e Pontos Críticos de Controle”) é um sistema para prevenir a contaminação de alimentos.

Monitora as etapas de processamento de alimentos em que pode haver o perigo de contaminação biológica, física ou química dos alimentos através da análise de todos os possíveis perigos que possam ocorrer em cada fase do processo de produção e em outras fases, tais como armazenagem, transporte, estocagem e venda para o consumidor.

Este controle destina-se a monitorar toda a cadeia de produção e distribuição de alimentos, colocando uma grande ênfase na qualidade dos alimentos, particularmente no que diz respeito à saúde e segurança, um conceito que vai além da mera satisfação do cliente, e que visa, mais que isso, proteger a saúde pública.

O objetivo é identificar e analisar riscos potenciais e desenvolver sistemas adequados para seu controle.

A norma ISO 22000: 2005 é aplicada voluntariamente por empresas do ramo alimentício.

Foi publicada pela Organização Internacional de Normalização (ISO) em setembro de 2005, a fim de harmonizar as normas nacionais e internacionais existentes em matéria de segurança alimentar e HACCP.

O padrão é baseado nos princípios do HACCP, conforme definido pelo Codex Alimentarius, e está alinhado com os padrões ISO 9000 e ISO 14000 anteriores.

Pode ser adotado por todas as empresas da cadeia de alimentos, não apenas pelos envolvidos diretamente no processo de produção de alimentos, mas também indiretamente (por exemplo, fabricantes de embalagens, etc.).

Embora não seja obrigatório, este padrão é um ponto de referência para as empresas visando a implementação de regulamentos da UE em matéria de higiene e segurança alimentar.

Contate-nos

Nós estamos prontos para ajudá-lo com
informações ou cotações